8 de nov de 2009

O Sexo dos Theremins

Como nascem / se reproduzem os theremins?
http://www.tfrenkel.com/picserv/theremins.jpg
Sexo grupal de theremins. Clique para ampliar.
Linda exposição de diversos theremins e suas antenas de volume e de frequência, uma dentro da outra. Foto e montagem do Thierry Frenkel, otimizador de theremins.

Não, a imagem acima não é baixaria nem "thereminfilia", embora, acredite, existem pessoas que realmente fazem sexo com theremins. Eu achava que era brincadeira, mas já não duvido mais de nada... Aliás, existe algum instrumento mais sensual que um theremin?

Na verdade, são os thereministas que são charmosos e atraentes por natureza - talvez pela magia de tocar um campo elétrico invisível e impalpável.

http://www.doritchrysler.com/images/photos/Photos07/Promonew/Red14.jpg
http://www.doritchrysler.com/images/photos/TinyThrills.jpg

Não é a toa que o theremin tem fama de ser instrumento de gente exibida: o theremin é um instrumento muito visual, aí a gente se vê obrigado a oferecer ótimas atrações visuais não-musicais - o próprio público não quer apenas ouvir boa música de theremin.

Aliás, muita gente gosta de tocar theremin [semi]nu, inclusive eu. Não é muito confortável ficar paralisado movendo dedinhos no ar - se balançar o corpo meio centímetro ferra toda a música, a gente quase não respira - repare quando puder ver algum thereminista tocando com pouca roupa, não dá pra perceber sua respiração.

http://4.bp.blogspot.com/_ZMdFwon2pfg/Rj0Pfyc1ADI/AAAAAAAABl0/PT7D9dA-tQU/s400/Angelo+playing+the+Theremin.jpg

A gente tem que ficar se entortando dentro de um campo elétrico, meio robô meio estátua-modelo. Agora eu sei que aquelas estátuas vivas que pedem moedas nas praças e semáforos são verdadeiros artistas! E também sei porque usam pouca roupa ou roupa leve. Assim como os modelos "manequins vivos" que ficam em vitrine.

http://2.bp.blogspot.com/_BwgMH4tR-TM/SogsWeMe5XI/AAAAAAAABIM/CiALIgpS3Dc/s400/est%C3%A1tua+viva.jpg

No mundo do theremin, sem preconceitos, os coloridos LGBT têm muito poder. Talvez o maior deles seja o famoso Armen Ra, declarado por várias revistas e jornais uma rainha do theremin, que também toca seminu (às vezes só com a parte de baixo, véus ou algo do tipo):






O mundo do theremin é dominado e dirigido pelas mulheres, que faturam muito mais que homens na área (independente da orientação sexual), vendendo mais CDs, dando mais concertos, cobrando muito mais caro pelas aulas e pelas performances, etc. - isso é estatística, eu não estou inventando nada. Na hora de citar as autoridades e referências no mundo do theremin a média é de 4 nomes femininos para 1 masculino.

Pra quem não sabe, o Leon Theremin sempre pregou que mulheres deviam ocupar cargos na ciência assim como homens, com os mesmos direitos e honras. Foi polêmico na sua época por ter, em pé de igualdade, sempre mulheres na sua equipe. Clara Rockmore foi e sempre será a deusa da história do instrumento em termos de performance, projetando-o com dignidade e virtuosismo, e promovendo avanços decisivos para quem toca theremin, hoje e sempre. Mecenas de maior peso histórico? Lucie Bigelow Rosen, que inclusive comissionou pra ela mesma uma das peças mais bonitas para música de câmara com theremin, a Fantasia de Martinu. A maior autoridade viva em theremin hoje? Lydia Kavina, sobrinha neta do inventor do instrumento, e quando algum dia ela se for provavelmente o mundo do theremin será dominado por outra mulher, como "mestra máxima" ou "lenda viva". É o destino. Lydia já disse numa entrevista que só conseguia pensar na Pamelia Kurstin como intérprete realmente profissional, além dela. Ficam também como candidatas ao reinado do theremin suas melhores alunas: Carolina Eyck e Barbara Buchholz. Os homens, cadê?

Aí acabam associando o theremin às lutas pelos direitos da mulher, igualdade de gênero [em termos de direitos], feminismo, etc. O theremin não tem nem 1 pingo de "feminismo" em si - que fica por conta do intérprete. Trata-se de uma associação mental que construímos ao longo dos anos. Talvez pelo fato de o instrumento ser semelhante à voz feminina, ou por permitir aos corpos femininos (menor densidade óssea e massa) mais possibilidades de afinação e expansão da sensibilidade da antena vertical. Dentre outros fatores.

Para os mais acadêmicos e a quem possa interessar, um livro que trata bem da relação entre theremin e feminismo é:

RODGERS, Tara. Pink Noises: Women on electronic music and sound. Durham, Carolina do Norte: Duke University, 2010.

Nesse link estão alguns trechos que eu upei, tudo em inglês:
http://pt.scribd.com/doc/51749733

Um leitor sugeriu que mulheres casadas, sendo sustentadas pelo marido, poderiam se aventurar mais no campo do theremin, que não dá retorno financeiro. Isso não procede. Não vou discutir detalhes, mas essa visão de uma mulher dependente usando o theremin como hobby que possivelmente deu certo não é compatível com a maioria das poderosas do mundo do theremin.



Mais recente que isso e menos enraizada historicamente é a relação entre o theremin e a população LGBT, especialmente os travestidos e andróginos, como exemplifiquei acima. Afinal, o theremin dá mais "visibilidade" a qualquer um. Eu poderia ficar horas exemplificando o que disse até então e fornecendo-lhes links e estatísticas, mas quem quiser se aventurar pelo mundo do theremin logo de cara vai se deparar com essas realidades. Mas, voltando ao sexo dos theremins:
http://4.bp.blogspot.com/_4aduPNm0tyk/S6kMtEkckoI/AAAAAAAAA-4/K3qxmJBCuRE/s1600/homotheremins.jpg
Brincadeiras à parte, a verdade é o contrário do que se imagina - as aparências enganam. Esteticamente falando, a antena vertical reta, embora pareça um símbolo fálico, é a antena feminina, onde se revelam os feitios de soprano como vibrato e glissandos com gestos delicados, enquanto a antena horizontal curva é a antena masculina, onde fazemos trêmolo, acentuações e articulações diversas, em sua enorme superfície (por isso é curvada), com gestos mais grosseiros.

Os bons e os podres do theremin, verdade nua e crua, sem mentiras e sem puxar sardinha pro lado de ninguém, você só vê aqui, no teremin.blogspot.com!

7 de nov de 2009

Recital em Anchieta/ES em dezembro 2009

CANCELADO

- ou melhor, adiado, ano que vem quem sabe

6 de nov de 2009

Recital de Theremin histórico na FAMES

O segundo recital do tereminista Silas Cordeiro (quem vos fala) se deu no dia 6 de novembro de 2009, às 19h, no salão de concerto Alceu Camargo, na Faculdade de Música do Espírito Santo. Foi basicamente uma reapresentação do programa do primeiro recital na UFES poucos dias antes, com alguns requintes adicionais.

http://img689.imageshack.us/img689/7342/cpiadeduo1002111.jpg



Seguem vídeos do recital na FAMES:


Humoresque de Dvorak: recebi o vídeo da faculdade, mas o YouTube está rejeitando, não consigo dar o upload. Vou tentar editar/converter pra ver se funciona. Uma gravação mais amadora e com um corte no começo está disponível aqui: http://www.youtube.com/watch?v=i4aNuyDMpAY

Meditação de Thais (Massenet):



A peça ESTUDO ELÉTRICO NO.1, composição coletiva, foi tocada também - e filmada - em sua segunda versão. Informações e vídeos aqui: http://teremin.blogspot.com/2009/11/estudo-eletrico-no1.html

Agora os comentários:

Começamos às 19h20 devido ao trânsito, e o evento durou uma hora e dez minutos. É claro, depois deixei o pessoal brincar no theremin ^^ Eu fui quem mais se divertiu, com meu próprio nervosismo igual um papagaio elétrico com aquela voz engasgada :)

O evento foi educativo, visando informação e formação de público para o instrumento. Pediram bis, eu dei então, além do programa, as peças I will always love you da Whitney Houston e Além do arco-íris [Over the rainbow].

Eu fiquei surpreso com o resultado: em exatamente 2 meses de prática já consegui ter alguma expressão musical razoável diante de um público que tem graduação em música, e com poucos ensaios consegui sintonizar com o pianista Herbert (não esqueçam que tem dois rr no nome dele!).


Fotos publicadas no site da FAMES:
Recital de Theremin, com Silas Cordeiro - Sala Alceu Camargo - 06/11/2009
Recital de Theremin, com Silas Cordeiro - Sala Alceu Camargo - 06/11/2009

Recital de Theremin, com Silas Cordeiro - Sala Alceu Camargo - 06/11/2009
Recital de Theremin, com Silas Cordeiro - Sala Alceu Camargo - 06/11/2009
A foto acima foi divulgada a partir do mês de fevereiro de 2010 num mural na entrada da FAMES, como retrospectiva, melhores momentos, propaganda, sei lá.


Album de fotos:
http://img97.imageshack.us/g/c1002121.jpg/


Links das fotos individuais:
http://img30.imageshack.us/img30/5139/duo1002114.jpg
http://img194.imageshack.us/img194/2628/duo1002111.jpg
http://img689.imageshack.us/img689/7342/cpiadeduo1002111.jpg
http://img156.imageshack.us/img156/1998/pitch1002113.jpg
http://img94.imageshack.us/img94/9641/cpiadepitch1002113.jpg
http://img97.imageshack.us/img97/1503/c1002121.jpg
http://img94.imageshack.us/img94/6181/c1002122.jpg
http://img52.imageshack.us/img52/7451/c1002123.jpg
http://img687.imageshack.us/img687/1471/soloredeyes1002112.jpg
http://img43.imageshack.us/img43/6586/clow1002124.jpg
http://img43.imageshack.us/img43/2306/low1002118.jpg
http://img196.imageshack.us/img196/3692/lowclosedeyes1002117.jpg


Se vc tiver mais fotos ou vídeos, por favor, deixe-me saber!

Links pra outras postagens relacionadas:
A divulgação prévia deste evento
O meu primeiro recital, alguns dias antes, na UFES

5 de nov de 2009

Divulgação - meu segundo recital

Recital de theremin

Local: auditório da FAMES
Dia 6/11, sexta feira, 19h

http://1.bp.blogspot.com/_4aduPNm0tyk/SvCQB37n2BI/AAAAAAAAA88/F1jSjXdKXpg/s1600/AgendaFAMES.JPG



==========================


Divulgação no jornal capixaba A Tribuna:
Link direto, formato PDF, pro site do jornal: http://pdf.redetribuna.com.br/06-11-2009/at06110906.pdf

Ou ainda, vc pode encontrar no site http://pdf.redetribuna.com.br/ escolhendo as seguintes opções: Ano 2009 Mês Novembro Dia 06 Caderno AT2 Página 6.

A mesma página em formato JPG porém em qualidade reduzida: http://img33.imageshack.us/img33/7560/at06110906.jpg

OBS: Eles entenderam mal, publicaram "em contato físico", talvez por não acreditarem existir um instrumento que se toca "SEM contato físico".


================================


Divulgação no site da faculdade:
http://admin.es.gov.br/scripts/adm007_1.asp?p=54320

http://www.fames.es.gov.br/images/theremin.jpg
cartaz num mural

"Alunos e professores da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) apresentam nesta sexta-feira (06), às 19 horas, na Sala de Concerto Alceu Camargo, um recital de theremin, com entrada franca.

Quem ainda não conhece o theremin, terá uma oportunidade de conferir a apresentação dos alunos Silas Cordeiro, Herbert Baioco e do professor Marcus Vinicius, pois não existem muitos músicos nem instrumentos como esse no Estado.

O theremin é um instrumento chamativo e é tocado sem contato físico, através da manipulação de um campo elétrico ao redor de duas antenas: uma vertical para controlar a frequência (notas) e outra horizontal e curva, para o volume.

Tem sido usado como um instrumento de concerto, em trilhas sonoras, música incidental em geral e música popular, por artistas consagrados como Rita Lee e o grupo Pato Fu."

Informações à Imprensa:
Daniela Ramos/ Paula Norbim
Tels.:3132-1045/ 9849-1351
publicidade@fames.es.gov.br ou ass.imprensa@fames.es.gov.br


Clique nas imagens pra ampliar. Print screens da véspera do evento.

3 de nov de 2009

Homenagem póstuma - 3/112009

Dia 3 de novembro de 1993 morreu na Rússia o gênio conhecido no ocidente por Leon Theremin (Lev Termen). São, desde então, 16 anos desde que o homem que nos trouxe tantas oportunidades e alegrias se tornou imortal. Seu nome americanizado - Theremin - é também o nome do instrumento curioso, tocante e expressivo, que cativa milhares de músicos e apreciadores ao redor do mundo.



Resta em todos nós uma sensação de gratidão por ele ter dedicado sua vida a esse instrumento, dando-o de presente ao mundo sem medir esforços, em vez de simplesmente querer lucrar após patenteá-lo, ou transformá-lo em um segredo privado ou objeto exclusivista como ocorreu com a maioria dos instrumentos eletrônicos do início do século XX (que infelizmente só vamos conhecer nos livros de história da música, jamais pessoalmente).

"Theremin" não é apenas o nome de um inventor russo e de seu instrumento musical maluco - é um código que condensa um espírito de comunidade, generosidade e boa vontade, coisas que, parece que o inventor acoplou ao instrumento por todo o sempre, e transmitiu para as gerações futuras de thereministas - não somente os clássicos/eruditos. O theremin é uma construção social maravilhosa, tolerância à diversidade, desenvolvimento de sensibilidade musical, enfim, é muito mais do que uma caixinha com duas antenas fazendo sons fantasmagóricos. Devemos isso tudo ao Lev, ou melhor, ao Theremin com T maiúsculo.

Não foi a toa que no meu primeiro recital, a foto do cartaz não era minha, mas sim do Lev. Ele merece. A única coisa que nos pede é que não nos esqueçamos dele e de seu instrumento. Não esqueceremos, Lev!

Lev Termen será sempre lembrado, no nascimento e na morte, por tereministas de todo o mundo, não somente como um inventor ou um performer, mas como um grande espírito, grande alma, como quiserem - ou simplesmente como uma boa pessoa, pra soar menos religioso/mitológico.

Sempre que algum músico decide se tornar um tereminista, está homenageando a esse grande homem, ao levar avante seu nome num instrumento musical, tratando-o com respeito e dignidade como um instrumento de concerto, e não como um mero brinquedo ou uma geringonça pra aula de física.

Lev Termen, ou Leon Theremin, vive eternamente! Agora também no Brasil, no que depender de mim.

1 de nov de 2009

Estudo Elétrico no.1

Essa peça merece um post! A primeira audição mundial foi dia 27/10/2009 na UFES. Como constava no programa:

Estudo elétrico no. 1 (2009) *Estréia mundial
Marcus Neves, Herbert Baioco, Silas Cordeiro (composição coletiva)

Com:
  • Marcus Neves tocando live electronics, controlando 44 osciladores e um celular
  • Herbert Baioco usou um molho de chaves sobre o piano (ótima combinação de instrumentos de percussão!)
  • E eu usei sobre o oscilador do theremin a interferência de um celular, recebendo ligações do Marcus.
Mais explicações do mestre Marcus: esta é a "a gravação do último ensaio (que ficou interessante por sinal) da peça estreada dia 27 de outubro, no evento chamado Rec: it all, do curso de Licenciatura em Música da UFES. Chama-se Estudo elétrico no. 1, para piano, theremin e live eletronics. Aqui tocam Herbert Baioco (piano e chave), Silas Cordeiro (theremin) e Marcus Neves (live eletronics e celular). A proxima apresentação será na próxima sexta, às 19 horas, no auditório da Faculdade de Música do Espírito Santo (FAMES). Essa é a primeira produção de um projeto que está se iniciando com o intuito de estudar a composição a partir da heurística musical, forma que conheci através da oficina do Prof. Dr. Ricardo Mandolini (Universidade Lille III - França) no Festival de Música de Londrina de 2009."

O referido último ensaio antes da estréia, quando gravamos a primeira versão, Marcus Neves no computador, Herbert Baioco ao piano, e eu tirando foto:
http://img141.imageshack.us/img141/2827/dsc00413ultimoensaios.jpg
Outra foto aqui
Mais informações sobre a estréia mundial.

Vídeo da estréia (apenas o começo):



Para ouvir em alta qualidade a peça COMPLETA, primeira versão, é só dar o play:

Estudos eletrico 1_241009[1].mp3 (opção de download, pra quem quiser)
Ou em formato WAV: Estudos eletrico 1_241009.WAV
Se não quiser baixar, é só dar o play ao lado de "type of file". Esses dois audios, mp3 e wav, hospedados no 4shared, são embedáveis, basta procurar nos links os códigos para divulgar em seu site ou blog ou orkut, o que for.

Essa mesma primeira versão da peça foi divulgada no RadioForum (em breve será substituída pela segunda versão), assim (é só dar o play [link direto]):



http://radioforumbr.wordpress.com/2009/11/10/marcus-vinicius-marvila-das-neves-estudo-eletrico-no-1/
Aproveitem e procurem ouvir as outras peças do Marcus Neves no site, vale a pena!


VÍDEO COMPLETO, audio bom, da SEGUNDA VERSÃO (FAMES, 06/11/2009):

O que tem de diferente? Só vendo mesmo: o vídeo explica.

Veja também:
Estréia em rádio virtual