20 de out de 2010

Aniversário de 1 ano! Balanço geral

Já fiz aqui posts emocionados, mas esse é o maior deles. Esse post comemora 1 ano desde que comecei a tocar theremin, em setembro de 2009. Foi uma jornada emocionante. Nesse ano que passou desde a aquisição do instrumento pude conhecer gente incrível, do país e do mundo. Ganhei muitos presentes e convites. Pude ampliar meu currículo, tocando e palestrando por aí, botando em prática tudo que eu vinha pesquisando. Pude investir em instrumentos, livros e outros produtos relacionados, sempre compartilhando todas as informações e as opiniões pelo blog. Ousei até demais.

O presente blog é anterior a isso; foi aberto em 2008 quando eu comecei a pesquisar sobre o instrumento. Através do blog e do meu canal no YouTube muita gente acompanhou minha jornada desde antes de eu começar a tocar.

Meu primeiro instrumento foi um RDS Theremin. As primeiras fotos estão nessa galeria:

As primeiras gravações estão no arquivo do blog. Revirei meus DVDs e encontrei outras gravações minhas entre 3 e 5 meses de prática de theremin, e resolvi mostrar aqui. Respectivamente vocês vão ouvir: Rainha da noite (Mozart), Greensleeves (tradicional britânico), Noite feliz (Franz Gruber), O que é o que é (Gonzaguinha):
Gravações de Theremin (iniciante: entre 3 e 5 meses de prática) by SilasCo


Estou melhorando, comparem essas gravações do passado com as mais recentes. É tão bom ver a evolução!

Falando nisso, é bom ressaltar que nenhum instrumentista iniciante em sã consciência mostra seus esforços desde o primeiro dia, como um reality show, em vídeos e blog da internet. É até constrangedor ver a pessoa se esforçando pra tocar melhor e melhor, mesmo que tenha um desenvolvimento acelerado. Mas eu me justifico. Por que diabos eu tive essa atitude "exibicionista"?

Através dessa atitude de "dar a cara a tapa" com o meu BBT (Big Brother Theremin), eu pude tornar o theremin mais acessível: levei conhecimento do instrumento a várias pessoas e mostrei que é possível tocá-lo melodicamente - que não é coisa de outro mundo, nem exclusividade de superdotados ou ricos. Gente comum, com um mínimo de conhecimento musical e prática em qualquer instrumento, pode tocar theremin. Eu provei isso e deixei o registro em vídeo e audio para todos conferirem, passo a passo.

Além do mais, no Brasil ainda não temos tantos esforços em theremin "melódico", então eu tinha que dar esse passo - conforme acontece no mundo todo - mesmo sendo mediocre se exibir tanto errando uma nota aqui e ali, ou sem expressividade musical profissional. Mesmo sendo uma atitude aparentemente narcisista, essa cultura de prática e divulgação do theremin melódico precisava surgir no Brasil, e eu não podia ficar de braços cruzados esperando.

A partir de então, vou tentar postar na rede apenas gravações e vídeos de qualidade superior. É o fim do BBT! Pretendo postar também mais produção acadêmica, composições, dicas de produtos, etc. para elevar o nível do blog. Tenho recebido em média 3 emails por dia devido ao blog, sem contar as mensagens via comentários aqui no blog e pelo youtube também. Creio que o movimento vá aumentando ao longo dos anos, graças à divulgação de vocês, amigos leitores. Não tenho estatísticas quanto à quantidade de acessos, nem me preocupo com isso. Vamos lá, precisamos thereminizar o Brasil, CQC (Custe o Que Custar).

O principal objetivo desse blog - thereminizar - está sendo cumprido, conforme o testemunho desses 2 anos de blog e 1 ano de performance. Nesse último ano ajudei a mais de 10 pessoas a adquirir um instrumento. Dei até algumas aulinhas de graça pela net instruindo via email ou pela webcam - embora isso jamais substitua uma aula pessoalmente.  Ao todo, recebi e respondi mais de 580 emails da parte de brasileiros. Percebi que está crescendo o público de apreciadores de theremin e simpatizantes. Isso é thereminizar, isso é exaltar a música de theremin.

Tá aí meu último desafio cumprido no primeiro ano de prática: explorar o extremo agudo do theremin indo além do flautim e além do piano. Na primeira parte eu tento fazer escalas e arpejos em dó maior, e na segunda parte tento tocar "Auld Lang Syne" em fá sustenido, indo uma quinta acima do piano, bem além do flautim também:
Extremo agudo do RDS Theremin, entre 2KHz e 6KHz. by SilasCo

No extremo agudo o RDS Theremin soa melhor com Waveform totalmente no sentido horário (bem senoidal) e Brightness totalmente no sentido anti-horário (bem opaco). Só faltou tocar o solo grandioso de flautim de "Stars and Stripes forever" uma quinta acima (risos)

18 de out de 2010

Retorno das viagens de 2010

Nesse post vou atualizá-los sobre minhas últimas atividades em setembro e outubro de 2010

************************************************************************************

Estive em Belo Horizonte/MG de 24 a 26 de setembro, participando do 8º Festival Internacional de Corais 2010. Para quem quiser ver as fotos, eu sou o tecladista acompanhador do Coral Viva Você!:

http://www.mediafire.com/?5wxfy384t7yw9sv

Mas o melhor de tudo em BH foi que conheci pessoalmente, na noite de sábado dia 25/09, o Reinaldo de Souza (ou RDS), do http://www.theremin.com.br/ Discutimos vários assuntos pertinentes. Pude conhecer melhor o cara que fez meu primeiro theremin, e ele pôde conhecer melhor o seu cliente mais "polêmico". Eu peguei a assinatura do RDS, pra colocar no meu theremin. Aqui está: Com fundo transparente: http://bit.ly/bNgkIM  Com fundo branco: http://bit.ly/9lCwKm Ele disse que tocava o tema de abertura dOs Simpsons no theremin. Em sua homenagem, gravei isso, menos de 20 segundos de vídeo:



************************************************************************************

Estive em Goiânia/GO de 27 de setembro a 02 de outubro, participando do XIX Congresso Anual da Associação Brasileira de Educação Musical (ABEM), na UFG - Campus Itatiaia. Os cursos foram bons, a programação manhã, tarde e noite foi bem cansativa, mas foi a melhor semana do ano pra mim. Essa viagem não teve nada a ver com theremin, mas lá estuda a compositora e thereminista Laiana Oliveira. Infelizmente não consegui falar com ela, mas eu saí do evento inspirado a fazer publicações sobre theremin, para encontros acadêmicos - até o momento não tinha escrito nada. O momento mais marcante do turismo foi quando toquei o órgão de tubos da Catedral Central da Rua 10, porque o órgão e o theremin são os dois instrumentos de minha escolha, que eu olhei e falei EU QUERO. Ambos, você toca e o som sai detrás da sua cabeça. Dá uma sensação mágica de controle do som em ambos os instrumentos.

************************************************************************************


Na última aterrissagem, no retorno ao Aeroporto de Vitória, véspera do primeiro turno das eleições, tive um problema com a descompressão, uma hemorragia no ouvido médio (que já estava inflamado) que me impediu de vir aqui atualizar o blog até então. Doeu muito, saiu sangue pela boca, fiquei parcialmente surdo, mas agora já me recuperei e voltei a todas as atividades normalmente, inclusive quanto ao theremin.

Pena que tive que cancelar boa parte das minhas atividades em outubro/2010. Por exemplo, eu ia tocar teclado no norte da Bahia na semana seguinte, mas não pude. Desmarquei também a palestra sobre o mercado de trabalho e música (com performance de theremin), que seria na terça dia 5 de outubro, às 20h30, no pátio da EEEFM Maracanã, no bairro Maracanã, perto de minha casa em Cariacica/ES. Eu não tenho cacife pra sair assim dando palestras, é que seria a Semana das Profissões na escola e eu teria por objetivo, além de thereminizar a todos, incentivar os jovens a serem músicos mostrando as várias possibilidades e áreas afins.

************************************************************************************

Fora esse contratempo de outubro que mencionei, tenho rejeitado outros convites por estarem além de minhas possibilidades ou artísticas ou financeiras. Nunca ganhei 1 centavo com o theremin. Nunca tive patrocínio. O máximo que exigi até hoje, pelo theremin, foi divulgação e ajuda com transporte, estadia e alimentação quando realmente não posso bancar isso tudo. Fiz tudo até hoje voluntariamente, do meu bolso, e com as melhores das intenções. Não tenho "carreira" nem me declaro concertista - mas pretendo ser. Pretendo ser um thereminista clássico de primeira, por enquanto ainda estou em treinamento auto-didata. Pra muitos de vocês, eu "toco muito" theremin. Pra mim, ainda estou engatinhando. Quanto mais estudo, mais sei que preciso estudar.

Tenho rejeitados alguns convites ótimos (inclusive de ir para mídia nacional) porque sei que ainda não estou pronto pra isso tudo, dependendo do tipo de proposta, do grau de seriedade e compromisso. Obrigado pela compreensão, leitores. Obrigado também pelos emails e pelos comentários aqui no blog! Sei que muitos de vocês discordam, mas eu tinha que botar isso pra fora. Dar tempo ao tempo. Um violinista com 1 ou 2 anos de estudo de violino não vai pra TV nem pros salões de concerto. Então por que eu deveria ir? Só porque o instrumento é diferente? Musicalidade não tem nada a ver com a curiosidade visual que o theremin traz: anos e anos de estudo são necessários para obter sonoridade boa e expressividade em qualquer instrumento musical e fazer uma apresentação decente. Por isso a maior parte de minhas apresentações são didáticas, com foco na história e informações gerais sobre o instrumento, e não são "shows" ou concertos de fato.

Essa página explica a motivação e o objetivo de todo esse meu trabalho com theremin:

************************************************************************************

Desejos e pendências:
  • Apresentação em Anchieta/ES (em 2009 me falaram da possibilidade). Dia 26 de outubro de 2010 conversei com a Ângela da Secretaria Municipal de Educação de Anchieta e ela tem esperanças de algo para o verão de 2011.
  • Programa infantil no CMEI Cecília Meireles, Vitória/ES. Na verdade, como tenho atuado em creches como professor de música, gostaria de fazer uma série de apresentações curtas e didáticas em creches.
  • Diversas diretoras de escolas públicas de ensino fundamental e/ou médio têm feito convites. Realmente só não atendo quando não tenho tempo ou quando é de difícil acesso e não me buscam de carro com os equipamentos. Realmente eu curto essa parte educativa.
  • Tenho recebido, por email, uma grande demanda de alunos de theremin especialmente do Rio e de São Paulo. Penso em dar tipo masterclass por essas capitais - seria a minha primeira atividade remunerada com theremin. Se houver interesse, podemos criar essa possibilidade, organizar um espaço e fazer as tão sonhadas AULAS DE THEREMIN MELÓDICO que o Brasil tanto precisa. Como eu disse, não me considero ainda um thereminista profissional, mas creio que tenho competência pedagógica.
  • Foi-me proposto apresentar-me um dia de semana à noite no auditório da escola de música de Belo Horizonte http://www.melodymaker.com.br/ quem sabe em breve aconteça algo!
************************************************************************************

Fui divulgado no Diário de Bordo do Agente de Cultura Jovem da Secretaria de Estado da Cultura (ES) Clésio Júnior, confiram no seguinte link:
Ele tinha me falado de uma possível participação num evento da Secretaria de Cultura no Theatro Carlos Gomes, Vitória/ES, o que não ocorreu mas ficamos de marcar uma entrevista.

************************************************************************************

MAIS INFORMAÇÕES E ATUALIZAÇÕES EM BREVE, obrigado pelo interesse!

5 de out de 2010

Ether Music and Espionage

Chegou mais um livro, somando à minha mini-biblioteca doméstica sobre theremin:

http://www.press.uillinois.edu/books/images/9780252072758.jpg

É o clássico histórico de Albert Glinsky: "Theremin: Ether Music and Espionage". Pedi dia 12/09/2010 pela Livraria Cultura, que comprou da editora da University of Illinois e encaminhou a mim, chegando dia 5/10/2010, em menos de 20 dias úteis a partir do pagamento (boleto). Fotinha aqui.

Contém muitas imagens em preto e branco. É bem grossinho, tem umas 400 páginas. Está em inglês americano, linguagem simples e acessível. Mais completo impossível; valor inquestionável tanto em meio acadêmico quanto popular [fans, etc]. O autor, de origens russas, é um pesquisador altamente capaz. Se você quer virar pesquisador de theremin, é um livro indispensável; eu diria que é a Bíblia do theremin, com toda a história sagrada e o Evangelho.

Para quem não sabe, esse é o único livro realmente respeitável em termos de história do Theremin (o inventor e o instrumento, que levam o mesmo nome). Quer dizer, outros materiais publicados como biografia do Leon Theremin ou como registro histórico de seu instrumento são considerados incompletos ou "fichinha" perto desse. Sem contar que ele é bem mais imparcial e evita dar crédito a versões do tipo "foi a ex-mulher que contou"...  Desde contextualização do nascimento do inventor até os finalmente, tudo com abordagem política, cultural, musical, legal, econômica, etc. Não especializa em nada especificamente, dá uma geral em tudo, mas nem de longe é superficial. A linha é clara, é uma leitura que prende a gente. Simplesmente amei. Nem parece que é real. Aliás, quando conheci o theremin ele também não me parecia real.